Consciência e Gentileza

Padrão

“Mais do que máquinas, precisamos de humanidade.
Mais do que inteligência, precisamos de afeição e doçura.
Sem essas virtudes, o mundo será de violência, e tudo será perdido.”
(Charles Chaplin)

Apesar de ter mais de 80 anos, esta mensagem nunca foi tão atual.

Muitos jovens estão crescendo sem valores. Não explicam para eles a importância da educação, da gentileza, da solidariedade.

Hoje os jovens têm mais acesso à informação, mas estão carentes de afeto e orientação.
Têm mais dinheiro, mas quase não se abraçam.
Não dão “Bom dia” para o vizinho. E se isolam cada vez mais em seus mundos virtuais.

Devemos explicar a eles o valor da educação, não como algo obrigatório, mas como meio de se tornar uma pessoa melhor.
Estimular o gosto pela leitura, pelas artes e esportes.
Convidá-los a participar de comunidades “não-virtuais” também.

Assim, teremos mais pessoas conscientes, gentis e amorosas. Que não só respeitarão o próximo, como a natureza e o planeta

Glauce Cristina

Anúncios

Os comentários estão desativados.